Somos o que permitimo-nos tornar

segunda-feira, maio 21, 2018 Luis Leitte 0 Comments

Somos o que permitimo-nos tornar. somos o que permitimo-nos ser. e é essencial saber que na maioria das vezes ninguém vai te salvar pois só tu podes ajudar-se. ninguém te dará nada pois és tu quem precisas sair por aí, vir cá para fora e lutar por tudo aquilo o que queres. ninguém sabe o que queres a não ser a ti próprio. ninguém vai sentir-se arrependido como tu. e há tantas coisas que não resolvem-se sozinhas e outras, que ninguém pode esclarecer para nós. 




para de culpar o mês, o ano, o clima, os outros, as expectativas, a tua realidade, as tuas circunstâncias. não desista de sonhar, mas é preciso começar a fazer. de verdade. falar o que sentes, no momento em que sentes. entender que a opinião dos outros, o acham ou deixam de achar: é merda. traçar planos e ir. só ir. correr e buscar. buscar o desconhecido, o que te dá medo, o que tens vontade e curiosidade. deixar de simplesmente existir e começar a viver. e sentir. sentir tudo e mais um pouco.




0 comentários: