Reflection Ice Cream 🍦

segunda-feira, agosto 21, 2017 Luis Leitte 0 Comments

Eu sempre carreguei um peso muito grande para ser perfeito. o filho perfeito, o amigo perfeito, o relacionamento amoroso perfeito. sempre a agradar a tudo e a todos, sempre a mostrar o meu melhor. sempre mais que o bastante e ainda assim, insuficiente. reprimia e escondia tudo o que pudesse ser incômodo para alguém. engolia seco opiniões contraditórias aos meus valores e facilmente negava a mim mesmo para manter o sorriso na roda.



Mas sabe, uma hora a gente quebra. a gente quebra porque somos e temos uma essência única, que veio para este mundo florescer e fazer dele, um lugar melhor. mesmo que as pessoas não entendam. mesmo que as pessoas tentem nos silenciar. com o tempo, ainda estou a aprender a abraçar quem sou, exatamente como sou. de corpo, alma, espírito e coração, a respirar fundo e exclamar que ainda bem que somos humanos!


Vulneráveis, suscetíveis, permissíveis e aprendizes. em constante evolução - se nos permitirmos assim - todos temos nossas verdades e nossas lutas. todos nós erramos, erramos muito! eu mesmo, mais que uma vez, até errei o mesmo erro. já machuquei e me machuquei, já culpei e me culpei. ainda me culpo por tanta coisa, mas tento não deixar ficar simplesmente porque não é para ficar. eu sou assim. certezas mesmo, eu só tenho uma: não faz sentido projetar a perfeição que não temos em pessoas que não somos.


O verdadeiro Amor não expõe, não humilha e não destrói. o verdadeiro Amor é uma experiência própria e para com os outros. é tão pessoal quanto compartilhável. é exatamente o que for necessário para o momento: o Amor abraça, cuida e não aponta, só ajuda e simplesmente está. é presente.
É a consciência de que estamos juntos e nada do que fizemos, fazemos ou deixemos de fazer desmerece a nossa beleza, a nossa arte, a nossa alma e a nossa missão aqui. muito se fala sobre Deus antes de se falar sobre se permitir experienciar esse Amor.
Ontem li que aqueles que começam a buscar primeiramente o Amor, fatalmente encontram Deus, o seu próprio Deus. entendeu? eu sou assim e você também. nós somos assim. então só deixa ser, deixa florescer.


Direção de Imagens: @studio_andre_santos

Assistência: Sinara Sá e Helen Macêdo 


0 comentários: