Quem disse que eu preciso ser o que sempre quiseram que eu fosse porque tenho ideais e padrões alheios para preencher? Quem disse que menino não pode gostar de flores, de rosa e menina não pode usar camisão, amar futebol? Quem disse que eu não posso mudar de opinião? Pensar sobre algo hoje, mudar amanhã e de novo, depois? Quem disse que eu jamais poderia sorrir de novo porque a pressão era demais, porque minha alma suspirava que não aguentava mais? Quem disse que a gente precisa de outra pessoa para ser feliz? Que eu não posso estar aqui, sentado, sozinho, feliz e me divertindo, aproveitando um bom tempo comigo? Quem disse?




Feliz sou eu que sinto, que amo, que falo. Que me entrego sem medo, e que levanto depois dos tombos de cabeça erguida e sem perder a minha essência. Tá tudo bem ser sensível e sentir o mundo inteiro a flor da pele. Tem que ser muito grande pra fazer caber o mundo dentro do peito.



 Direção de Imagens:
Facebook: Christian David
Instagram: chrixdavid
WhatsApp: 75 988622636

Nova tendência do @instagram os apps de foto estilo câmera antiga vão trazer um ar nostálgico dos filmes Fuji e Kodak pros suas fotos !!



Pois, é tendência da vez nas timelines do instagram não tem nada a ver com roupas, sapatos ou maquiagens exóticas, mas sim fotografia. Pois é, a rede social de compartilhamento de fotos favorita do povo brasileiro tá vivendo uma fase bem nostálgica resgatando a estética de filmes antigos e câmeras descartáveis através de apps de foto estilo câmera antiga.



Huji Cam

O novo sucesso do instagram é o HujiCam, um app grátis que reproduz o efeito das câmeras analógicas de 1998 (Huji é de wannabe Fuji que resultam em fotos muito contrastadas e bem quentes.

Dicas pra usar o Huji Cam: 
-dá pra aumentar o visor pra enquadrar a foto sim, é só clicar em cima da telinha.
– ele originalmente marcada todas as fotos como sendo de 1998, mas na última atualização eles já botaram a opção de data atual e de tirar a data.
– ele leva uns 5 segundos pra revelar a foto e ficar pronta pro próximo clique
– na versão grátis as fotos ficam no botão LAB e ali você escolhe as que quer salvar no rolo da câmera. na versão paga você pode salvar as fotos automaticamente.
– eu amo os efeitos de luz, mas se você não gosta tudo bem, tem opção das fotos saírem sem os borrões coloridos

O primeiro app nessa onda de ~emular as câmeras de filme de época foi o Gudak. Ele é um app com uma proposta muito raiz de experienciar o processo da fotografia de antigamente, onde você tinha um rolo com quantidade de fotos definidas e que você tinha que esperar dias para saber o resultado das fotos que se revelam 72 horas depois de você ter terminado o filme.


Dalgona, outro app tipo Huji



Dalgona é um outro aplicativo de foto que emula o efeito de câmeras analógicas tipo o Huji, porém com algumas pequenas vantagens:

– você pode subir imagens do rolo da câmera
– tem 5 efeitos de filmes analógicos
– e tem uma data discretinha cinza bem retrô

8MM


O 8mm Vintage Camera é um app de gravação de vídeo para iPhone que dá aos seus videos um aspecto envelhecido, clássico, usando uma série de filtros e lentes de filmar dos tempos antigos, que farão com que os seus vídeos se destaque dos outros.

O hipstamatic surgiu nessa mesma vibe de reproduzir a experiência de fotografia das câmera de filme. Ele emula o estilo das câmeras Lomagraphy, sabe? Com diferentes tipos de lentes, filmes e flashes.


Os efeitos são bem diferentes, criativos e com uma estética bem forte. Então, baixe e explore o fotógrafo que existe em você!

Adaptação do Texto: Blog Modices

Fala pessoal, essa semana foi bem agitada e lotada de novidades. Uma delas foi conseguir realizar uma entrevista exclusiva com a funkeira Mc Trans, através de um papo super descontraído no whatsapp, ela respondeu via áudio 10 perguntas referente a sua carreira. 


Luis: Como surgiu a artista Mc Trans? Você teve alguma inspiração?

Mc Trans: Surgiu através de uma ideia minha em conjunto com o amigo de Fortaleza Renato Ronner, eu era cover da cantora Anitta era  "Mc Transnitta" e a minha inspiração pra virar Mc Trans foi a Britney misturado com a Nicki Minaj.

Luis: Como a música entrou na sua vida e qual o papel que ela tem no seu dia a dia?

Mc Trans: Através da cantora Britney que é o amor da minha vida e um ícone pra tudo, a música me faz feliz .

Luis: “Eu não sou obrigada a Nada” foi uma música que teve um forte impacto na sua carreira e dentro do cenário LGBTQ, como foi o processo de criação da canção e do clipe?

Mc Trans: Eu não sou obrigada a nada foi criada pela Mc Suzy junto comigo em uma balada e surgiu do nada em Caxias no Rio de Janeiro e é minha música favorita de todas as músicas que eu canto, porque eu odeio todas as minhas músicas.

Luis: “Lacração” foi uma música que teve uma grande repercussão e bateu de frente com outras cantoras drags que estavam em evidência no mesmo período de lançamento do clipe, isso te atrapalhou de alguma maneira na divulgação do single?

Mc Trans: Não, eu não me senti atrapalhada em lançar Lacração, porque eu lancei pros fãs né? E eu estava em depressão tinha acabado de me separar do meu marido e lacração foi um clipe que foi um presente da Vimmy produções o Michel me deu de presente e os meus amigos me ajudaram, foi super legal!

Luis: Hoje você revela ser uma nova Mc Trans, o que você tem a falar sobre isso?

Mc Trans: Eu revelo ser uma nova Mc trans porque eu cheguei em uma conclusão que competição não faz bem a ninguém quando é demais e eu sou uma nova mc trans porque hoje eu aprendi a me amar, eu era uma mulher casada , era uma mulher que amava os amigos e uma pessoa que ajudava todo mundo e hoje eu estou preocupada comigo e com os meus fãs, então quando eu falo que eu sou uma "nova mc trans" é por que eu estou dedicada aos meus fãs, os meus transfãs eles são tudo na minha vida.

Luis: As polêmicas recentes te ajudaram ou te atrapalharam?

Mc Trans: Me atrapalharam psicologicamente, eu pensei até em suicídio, tive que procurar apoio psicológico, foi muito ruim mas me ajudaram no meu crescimento e me mostrou que eu posso ser forte e ultrapassar qualquer coisa e que desistir não faz parte do meu dicionário.

Luis: Qual a sua importância para o cenário LGBT? No seu ponto de vista.

Mc Trans: A minha importância pro cenário LGBT eu acho que não é nenhuma, eu acho que a importância que eu tenho que ter é para mim, porque agente não tem que ser exemplo de ninguém. Eu acho que nós deveríamos ser o nosso próprio exemplo, ninguém tem que seguir os passos de ninguém.

Luis: Qual a importância dos seus fãs para a sua carreira atual?

Mc Trans:  A importância pros meus fãs hoje em dia depois de tudo que aconteceu, eu digo que é melhor ter mil fãs do que dez mil desconhecidos, os meus fãs são a minha família são os amores da minha vida, são as pessoas que eu amo.

Luis: Você já fez algum show pela região do Nordeste? Se sim, conte como foi a experiência, se não fica o convite aberto para vim arrasar nas terras nordestinas.

Mc Trans: Sim, eu já fiz show em quase todo o nordeste e sou apaixonada pelo nordeste, meu ex-marido de 9 anos é nordestino e o meu sonho é morar no nordeste. Eu acho que as pessoas do nordeste são pessoas trabalhadoras, são pessoas guerreiras, acho que migram pra outras cidades são pessoas que lutam, trabalham, conquistam e vencem e é nessa inspiração que a Mc Trans existe.

Confira abaixo o mais recente trabalho lançado pela artista: 


Confira na integra a entrevista em Áudio que foi transmitida pela Rádio baiana PAfm 104,9 .


O bate papo aconteceu  no dia 07/09/17 no primeiro dia do evento anual Copa Vela na cidade de Paulo Afonso Bahia , onde tinha o cantor como a principal atração da noite. 



Sem dúvida o Must-have da temporada, a queridinha entre os fashionistas, consegue deixar o look mais elegante e ao mesmo tempo despojado. Então se você ainda não tem a sua está perdendo tempo e se já tem, aproveite para usar muito. 


Vou contar uma curiosidade sobre a Jaqueta Bomber, vocês sabiam que essa peça é uma criação masculina, algumas pessoas acham que é uma peça do armário feminino, só que não é! Mas podem acreditar, a Bomber chegou ao mercado como fardamento do exército Norte Americano. Essas queridinhas do momento por serem mais leves que nos anos 80, podem ser usadas nos dias menos frios, hoje elas são encontradas em vários modelos para todos os estilos, tem as estampadas, as lisas e até mesmo de veludo.


Podemos fazer inúmeras combinações com a Bomber, com Calça Jeans, Shorts, bermudas etc...


Jaqueta Bomber masculina ou Bomber Jacket é uma peça tão versátil que está liberada para uso em qualquer tipo de look, do mais clássico ao mais esportivo. Há Jaquetas Bomber masculina em todos os formatos: em couro, com bordados localizados, com estampa total, no modelo universitário ou nos modelos mais clássicos que remetem à força aérea.



O que acharam dessa tendência? Eu to amando REAL OFICIAL <3

Direção de Imagens:  
Facebook: Christian David
Instagram: chrixdavid
WhatsApp: 75 988622636

No dia 31/08 foi lançada oficialmente em todo o Brasil a coleção da Arezzo em parceria com a grande Disney, fui convidado para ser um dos blogueiros presentes na coleção de lançamento edição Paulo Afonso BA que ocorreu no dia 01/09.  Eu fiquei babando em quase todo os itens.
A coleção é limitada, então se quiser garantir o seu vai correndo para a loja da Arezzo mais próxima!




Essa Minnie foi costurada pelas mãos da Cris,Liliane,Fabiana,Maressa e por milhares de mulheres capacitadas pela ONG Orientavida. Com quase 18 anos de atuação,a Orientavida ensina técnicas de bordado,corte e costura,criando oportunidades de trabalho para mulheres de todo o Brasil.




O coquetel de lançamento foi recheado de coisas boas, teve doces finos, água de coco, espumante chandon e outros mimos.




Equipe Maravilhosa da Arezzo Paulo Afonso <3


O valor de cada item não é tão acessível, varia muito o valor de cada peça, tem bolsas que chegam a custar R$ 600,00 reais . O preço não é nada baratinho! Mas os produtos da Arezzo são lindos, de excelente qualidade e é algo que você vai ter por muito tempo!


O meu look ficou por conta de peças da Riachuelo, Forever 21 e Marisa tendo como inspiração a pegada do SPFW 2017 onde a tendência longline e destroyed reinaram.



PHOTOS BY EDISANDRO BARROS  -  STYLED BY LUIS LEITTE - LOJA AREZZO PAULO AFONSO